Notícias

Categorias


Santa Helena apresenta: Como a Festa Junina é comemorada no Brasil todo.

A Festa Junina é linda, incrível e adorada em todas as regiões do Brasil. Mas, sabia que a mistura de gastronomia, dança, religião e representação cultural pode variar bastante entre os quatro cantos do Brasil? Tudo levando em consideração os costumes, culturas locais e hábitos dos moradores de cada região.

Agora, vamos descobrir as diferenças juntos?

Norte

É muito comum encontrar barraquinhas com comidas típicas, em sua maioria feitas de mandioca. Além disso, o ritmo mais tocado é o boi-bumbá e o desfile competitivo dos bois Caprichoso (representado pela cor azul) e Garantido (representado pela cor vermelha) cria até uma rivalidade tão grande quanto os maiores clássicos do futebol. Incrível, né?

Nordeste

O berço das Festas Juninas no país: é o local onde encontramos os maiores arraiás. O forró vira o hino dessa região durante o mês de junho, com lindas apresentações de quadrilhas e coreografia organizada. Além disso, alguns dias também contam com shows sertanejos e outros ritmos nacionais.

Sul

Um exemplo de região que adapta a Festa Junina à sua própria cultura de um jeito lindo! Eles complementam os trajes com botas, bombachas, lenços e vestidos de prenda, imagina que lindo? Ah, e a música e a dança ganham o ritmo do vanerão, um estilo musical muito comum nesta região. Além disso, o pinhão enche as mesas junto com o churrasco.

Sudeste

Nos estados do Sudeste, as Festas Juninas também são chamadas de “quermesses” e as comidas típicas são feitas com milho e amendoim, mas incorporadas com outros pratos, como pizza, pastel e cachorro quente. O sertanejo é o principal ritmo da festança, seguido do forró. E uma das coisas mais lindas é que a dança encena a quadrilha e o "casamento caipira”, com roupas e trejeitos baseados no imaginário interiorano. Lindo, né?

A Festa Junina é uma das maiores expressões culturais do Brasil e nós A-DO-RA-MOS isso. Já deu pra perceber quão ansiosos estamos, né?